Casas de apostas

Equipes terão de lidar novamente com o exaustivo calendário brasileiro

Lucas dos Santos Leonese Redator - Bettingtop10 Brasil
por:
Lucas dos Santos Leonese
24/01/2024
Notícias
Calendário confuso do futebol
Calendário deverá fazer parte do planejamento das equipes neste ano

O tempo passa e certas coisas não mudam, sendo uma delas o calendário do futebol brasileiro, que é um desafio à parte para qualquer clube e deve ser sempre levado em consideração na hora de fazer o planejamento para a temporada (embora muitos clubes pareçam se esquecer disso). Fato é que independente da causa, esta é uma circunstância que atrapalha muito os clubes, não apenas por causa de lesões, mas também pela necessidade de priorizar competições.

Não se esqueça que você pode também encontrar aqui as melhores casas de apostas.

O calendário brasileiro, inclusive, pode trazer inúmeras "surpresas" para os times, como lesões e mudanças nas datas de jogos. É muito difícil fazer um planejamento que inclua estas variáveis imprevisíveis, mas é certeiro que essas situações irão ocorrer em algum momento e fazem parte do dia a dia das equipes.

Faça suas apostas nos estaduais

No início, os estaduais já influenciam em todo o resto

O grande diferencial do calendário brasileiro para qualquer outro é a existência dos estaduais, campeonatos que em boa parte tem partidas que não são muito significativas para depois chegar a um momento decisivo onde, aí sim, o resultado importa. E são justamente essas 16 partidas a mais em relação ao resto do mundo que comprometem mais as equipes, fazendo com que as equipes cheguem ao final da temporada ainda mais exaustas.

Inclusive, se quiser você também pode apostar nos estaduais.

Entrada na pré-Libertadores complica mais o cenário

Alguns times tem ainda uma preocupação extra nesse início de temporada, que é a pré-Libertadores. Nesta temporada de 2024, esses times são Botafogo e Bragantino, que disputaram o título do brasileirão na temporada passada, mas com uma queda de rendimento, acabaram caindo também na tabela e agora enfrentam esta incômoda situação. Para piorar, como existe mais de uma etapa nesta fase, os dois clubes irão se enfrentar caso se classifiquem no primeiro mata-mata que participarem.

E isso tudo com os estaduais já em andamento, forçando uma preparação apressada e que pode comprometer tanto o rendimento quanto a parte física dos jogadores (no caso do Botafogo pode ser ainda pior, pois no campeonato carioca a federação estadual obriga que os clubes usem seu time titular na competição). É neste cenário caótico que se inicia a temporada do Brasil, afetando não só as equipes já citadas.

Além destes, também temos os times que entram direto na primeira fase da Copa do Brasil e se inicia já em fevereiro, mostrando o quanto este calendário pode ser complexo e não existe muita escapatória para ter uma folga maior, ao menos neste início de temporada, colocando muita coisa em risco (inclusive questões de patrocínio) já no início das competições, e também obrigando as equipes a fazer escolhas rápidas sobre priorizar campeonatos. As apostas em competições internacionais também já podem ser feitas.

Meio da temporada será decisivo novamente

Após esta fase inicial, entramos num período de mudanças para os times. Além do início das fases de grupos da Sul-Americana e da Libertadores, vamos chegando também às fases finais dos estaduais, que podem também mudar os rumos das equipes (muitas vezes, o planejamento feito no início do ano é revisto quando uma equipe não vence o estadual, culminando com demissões de técnicos num cenário bastante comum no Brasil).

É também nesta época que vai tendo início o campeonato brasileiro e a Copa do Brasil começam a entrar em suas fases mais complicadas, podendo ter encontros entre grandes equipes. Além disso, o calendário pressiona ainda mais os times, pois é justamente quando os jogos a cada 3 dias acontecem com maior frequência, muitas vezes obrigando os times a não ter nenhuma folga durante um mês ou mais.

Essa é a época do ano em que os times tem a maior obrigação sobre qual campeonato priorizar, pois nenhuma equipe consegue disputar três competições ao mesmo tempo sem alguma folga. Também é uma época onde costumamos ver lesões em vários times, então para quem gosta de fazer apostas, ficar de olho nas escalações antes de fazer suas análises é um ponto vital.

Meses antes do final o desgaste já é visível

Este período de maratona de jogos costuma cobrar o seu preço, e geralmente em setembro/outubro já é possível ver o quanto as equipes estão desgastadas. Além disso, nesta temporada teremos uma Copa América a ser jogada em junho, algo que deve desfalcar os principais times do país especialmente agora que o calendário nacional não será paralisado para esta competição. Se quiser, você também já pode apostar na Copa América.

Luz no fim do túnel ou nada vai mudar novamente?

Esse cenário que exige de clubes e jogadores mais do que eles podem oferecer em termos físicos é algo recorrente no futebol nacional e há muito se fala em medidas como acabar com os estaduais, mas nada é feito. Nesta temporada, temos o final do contrato de TV para o campeonato brasileiro, e para o próximo ciclo está sendo negociada também a formação de uma nova liga.

Resta saber se com isso serão adotadas medidas práticas para modificar essa situação, ou se tudo continuará como antes, novamente com o apoio dos clubes.

Os melhores bônus para apostas em futebol

Conclusão

O calendário é sempre um fator externo que interfere muito no andamento das competições nacionais e no planejamento dos clubes, quase nunca de forma positiva. Entretanto, tanto para os clubes como para o apostador, este é um detalhe importantíssimo que deve ser sempre levado em consideração.

E, falando em calendário, não se esqueça de também conferir as transmissões do dia e as nossas previsões de jogos, para ajudá-lo a fazer suas análises e apostas.

pixbet brasil
Aposte já nos estaduais
Pixbetpixbet brasil
Aposte a partir de apenas R$ 1 via Pix