Casas de apostas

Analisando o draft da NFL 2024: Cincinatti Bengals e Cleveland Browns

Bengals e Browns tiveram filosofias diferentes

Enquanto os times começam a se organizar para as atividades e treinos antes do início da pré-temporada, temos aqui a nossa análise do draft da NFL deste ano, que teve vários momentos surpreendentes. A partir deste momento, os times já tem uma ideia mais clara de quem estará no elenco para a temporada que se aproxima (com início em setembro), mesmo que ainda haja algumas sessões em que atletas serão cortados até lá.

Não se esqueça também de que você pode encontrar aqui mesmo as melhores casas de apostas, com várias promoções e chances diárias para se divertir.

No caso de Bengals e Browns, os dois times não estavam exatamente entre as equipes mais badaladas desta edição do draft – apesar de já terem times bastante competitivos e, inclusive, serem rivais e disputarem a divisão que hoje é a mais difícil da liga. Desse modo, as duas equipes precisaram trabalhar com o que tinham em mãos para fortalecer seus times, algo que pode não ser tão fácil quando você já tem uma boa equipe.

Aposte já no vencedor da AFC North

10BET oddsPara ser campeão da AFC North em 2024
Baltimore Ravens2.15
Cincinatti Bengals2.65
Cleveland Browns7.00
Pittsburgh Steelers9.60



Escolhas do Cincinatti Bengals

·        Round 1 (18ª escolha): Georgia Bulldogs offensive tackle Amarius Mims

·        Round 2 (49ª escolha): Michigan Wolverines defensive tackle Kris Jenkins

·        Round 3 (80ª escolha): Alabama Crimson Tide wide receiver Jermaine Burton

·        Round 3 (97ª escolha): Texas A&M Aggies defensive tackle McKinnley Jackson

·        Round 4 (115ª escolha): Iowa Hawkeyes tight end Erick All

·        Round 5 (149ª escolha): TCU Horned Frogs cornerback Josh Newton

·        Round 6 (194ª escolha): Arizona Wildcats tight end Tanner McLachlan

·        Round 6 (214ª escolha): Ole Miss Rebels defensive end Cedric Johnson

·        Round 7 (224ª escolha): Ole Miss Rebels safety Daijahn Anthony

·        Round 7 (237ª escolha): Miami Hurricanes center Matt Lee

A primeira escolha dos Bengals foi uma opção bastante acertada numa posição que a equipe já tinha uma necessidade há um longo tempo. Amarius Mims chega para melhorar muito uma linha ofensiva que vinha sofrendo para proteger o quarterback Joe Burrow (que inclusive ficou fora desta temporada justamente por uma lesão). Com isso, ele poderá ter mais tempo para lançar a bola, algo vital para um dos melhores jogadores da posição atualmente.

Não se esqueça também que mesmo sem termos jogos atualmente, ainda é possível apostar na NFL.

Escolhas restantes podem dar boas opções aos Bengals

Além disso, os Bengals tiveram mais nove escolhas – algo bastante positivo para reforçar ainda mais a equipe. Continuando no ataque, o receiver de 3º round Jermaine Burton foi uma boa escolha e que poderá chegar já como titular, enquanto que na defesa Kris Jenkins também foi uma escolha muito sólida para melhorar a linha, sendo também um jogador muito bom contra a corrida.

Os Bengals também souberam distribuir bem as escolhas, sendo cinco para o ataque e cinco para a defesa, sendo que muitos desses poderão dar alguma contribuição à equipe. Obviamente que nem todos já chegam para jogar, mas ter dez escolhas aumenta a chance de acerto e, sendo um time qualificado, há espaço para desenvolver esses atletas. Assim, no geral o time de Cincinatti foi bem neste draft.

Escolhas do Cleveland Browns

·        Round 2: No. 54- Michael Hall Jr, defensive tackle, Ohio State

·        Round 3: No. 85- Zak Zinter, guard, Michigan

·        Round 5: No. 156- Jamari Thrash, wide receiver, Louisville

·        Round 6: No. 206- Nathaniel Watson, linebacker, Mississippi State

·        Round 7: No. 227- Myles Harden, cornerback, South Dakota State

·        Round 7: No. 243-Jowon Briggs, defensive tackle, Cincinnati

Os Browns já começaram o draft de uma maneira não muito agradável, pois não tinham uma escolha de primeiro round devido à troca que fez pelo quarterback Deshaun Watson ainda em 2022 (tendo as três escolhas de primeiro round que foram para os Texans acabando nesta temporada). Além disso, é esperado que ele agora consiga se manter saudável e faça a diferença neste time.

Com este adendo, podemos falar um pouco mais sobre as escolhas em si. Michael Hall Jr. não deve ser um atleta que chega para jogar, já que os Browns tem uma linha defensiva sólida e ele deve ajudar mais na rotação, entrando em jogadas específicas. Sendo a escolha mais alta que os Browns tinham, poderia ter sido feito algo melhor nesta etapa.

Direcionamento das escolhas pode ter sido arriscado

Outro atleta que também chega para rotacionar o elenco é Zak Zinter, um jogador de linha ofensiva que tem qualidade, mas também vem de uma lesão que não tem nada de agradável – ele quebrou a tíbia e a fíbula em novembro de 2023, sendo mais um atleta que também deve jogar na rotação, não para ser titular agora.

Mesmo as escolhas restantes também tem algumas apostas e jogadores para o futuro, como Jamari Thrash, já que Jerry Jeudy e Amari Cooper ocuparão as vagas de titular nesta temporada. Como podemos ver, os Browns se preocuparam mais em trazer opções para jogadores que já estão estabelecidos (de fato, isso até pode ser feito quando se tem uma equipe qualificada, mas a equipe poderia ter direcionado melhor suas escolhas neste draft).

Um excelente bônus para apostar na NFL

10bet-560x160-white
50% de Bônus Até R$ 1,000
Aposte com Pix no Futebol e muito mais

Conclusão

Passado o draft, podemos ver que Bengals e Browns tiveram filosofias bastante diferentes. Os Bengals priorizaram setores do time onde tinham maior necessidade e tentaram melhorar uma equipe que já tinha muita qualidade, ao passo que os Browns pensam mais no futuro - mas isso pode custar caro no presente, já que mesmo com uma boa equipe, sempre há pontos que podem ser melhorados.

E não se esqueça que você pode encontrar aqui mesmo a programação esportiva diária da televisão, além de grandes palpites para ajudar em suas apostas e até mesmo as últimas notícias do esporte.

Uma introdução ao histórico professional deste redator, que ama esportes como o futebol, mas também não deixa de lado a boa e velha NFL, além de esportes a motor

Artigos relacionados

crise corinthians vasco

Vasco e Corinthians passam por momentos ruins dentro e fora de campo

A organização de um clube é algo extremamente importante – e no Brasil isso tem um peso ainda maior, já que os clubes mais bem organizados é que tem conseguido bons resultados nos últimos anos. Entretanto, Vasco e Corinthians seguem o caminho contrário, se atolando cada vez mais em um abismo que parece não ter fundo.

10bet-560x160-black
Depósito de R$10 com Pix
Registro
Close